Ambos os íons negativos e raios infravermelhos longos produzidos pelo Biomat são conduzidos através dos canais de ametista na superfície do colchão.

Os raios infravermelhos e íons negativos penetram no corpo de 14 a 20cm, alcançando órgãos e não apenas as camadas externas do corpo.

As ondas absorvidas pelo corpo provocam vibrações nas células que geram um calor friccional. Quando uma célula começa a vibrar, a função dela acelera que ajuda melhorar o sistema imunológico.

Ver informação sobre os benefícios dos Raios Infravermelhos Longos e Íons Negativos.

O quartzo de ametista é utilizado amplamente como um cristal calmante e desintoxicante.

Ametista foi altamente estimada, ao longo da história, por ser um cristal deslumbrante, sendo às vezes valorizada tanto quanto um diamante. Hoje, na classificação ela é uma pedra semipreciosa.

O poder de cura de ametista tem registros há séculos pelos gregos, que acreditavam que esta pedra protegia uma pessoa contra os efeitos intoxicantes do álcool (o nome “Ametista” é derivado da palavra grega ametusthos, que significa “não embriagado”).

Conhecida pelo seu poder de desintoxicar o corpo de álcool e outros elementos nocivos, a ametista produz uma frequência curativa de 32.876 KHz que melhora a atividade vital celular.

Há muitas ocasiões em que a ametista é utilizada como remédio ou como um elixir, que pode ser usado para tratar dores de dente, desconfortos esqueléticos, postura e outros ossos e doenças articulares (tais como artrite).

No Biomat, ela é usada pelo seu poder de condução de raios infravermelhos longos e íons negativos.

Esta pedra é sempre associada com a paz. Ela é considerada por muitas pessoas como o “calmante da natureza”.